Gazeta Carajás - O genuíno portal de notícias do sul e sudeste do Pará

MENU

Notícias / Geral

Conceição do Araguaia: Projeto Araguaia Níquel está 65% concluído

Horizonte Minerals divulgou novo balanço das obras para construção do projeto que vai explorar níquel em Conceição. Confira aqui

Conceição do Araguaia: Projeto Araguaia Níquel está 65% concluído
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Horizonte Minerals Plc, empresa de níquel desenvolvendo dois ativos Classe 1 no Brasil, informou que continua fazendo bom progresso na construção do Projeto Araguaia Níquel Linha 1 (“Araguaia” ou “o Projeto”), 100% de sua propriedade. A empresa tem como meta o primeiro metal no primeiro trimestre de 2024.

Em 30 de junho de 2023, aproximadamente 65% do programa geral de construção da Linha 1 do Araguaia foi concluído, a construção física do site atingiu avanço de 53% e as pilhas de estoque de minério já começaram a ser formadas após a emissão da autorização de extração mineral durante o trimestre. Além disso, um marco importante no trimestre foi a entrega segura no site do forno rotativo (calcinador), um item-chave de longo prazo. As 11 seções de aço agora serão alinhadas e soldadas antes de serem içadas para instalação final nos pilares do calcinador. Fora do site, a construção da linha de transmissão de 126 km e 230 kV está bem avançada, com mais de 90% das torres montadas e 42 km de cabos condutores instalados. A construção do reservatório de armazenamento de água já começou. Em 30 de junho de 2023, um total de US$ 329 milhões foi gasto na construção do Araguaia, de um total de CAPEX orçado em US$ 537 milhões. No final do trimestre, a Empresa tinha recursos disponíveis (incluindo caixa e fontes de financiamento) de US$ 344 milhões.

Jeremy Martin, CEO da Horizonte, comentou: “Estamos muito satisfeitos com o progresso até o momento na Fase 1 do Araguaia, com cerca de 65% do projeto geral concluído no final do trimestre. Nossa meta é o primeiro metal no primeiro trimestre de 2024.”

“Estamos orgulhosos por ter mantido um forte histórico de segurança até agora e a entrega com segurança do forno rotativo no site foi um marco significativo no trimestre e é uma prova do comprometimento e dedicação da nossa equipe.”

“Enquanto o principal foco são as atividades de construção do Araguaia, estamos avançando no Estudo de Viabilidade da Linha 2, que está programado para ser publicado ainda este ano. A expansão proposta tem potencial para dobrar a produção anual de níquel para 29.000 toneladas por ano.”

“Com o progresso alcançado até o momento, continuamos confiantes em nossa capacidade de entregar nosso projeto de classe mundial de maneira segura e responsável, continuando a nos aproximar da geração total de valor do Araguaia e, de forma mais ampla, do portfólio de ativos de Classe 1 da Horizonte, concretizando nosso objetivo de nos tornarmos um produtor de níquel de baixo custo".

O Estudo de Viabilidade do Projeto Vermelho no Brasil, 100% de propriedade da Horizonte, está em andamento e deverá ser publicado em 2024. O Vermelho tem um recurso escalável de alto teor com longa vida útil da mina. Dadas as características geológicas do Vermelho, o minério pode ser processado tanto por tecnologia de Lixiviação Ácida de Alta Pressão (High-Pressure Acid Leach, “HPAL”) como de Forno Elétrico Forno Rotativo (Rotary Kiln Electric furnace, “RKEF”). Como parte do estudo e influenciada pela dinâmica do mercado em evolução, a Horizonte está avaliando o produto final ideal de níquel que irá suprir o mercado de metais críticos.

Construção da linha 1 do Araguaia: Primeiro metal no cronograma para o 1º trimestre de 2024

1. Saúde, Segurança e Bem-estar

A taxa de frequência de acidente com afastamento (lost-time injury frequency rate, “LTIFR”) para o Araguaia em 30 de junho de 2023 foi de 0,00 e a taxa total de frequência de lesões registráveis (total recordable injury frequency rate, “TRIFR”) foi de 1,03 com base em uma média móvel de 12 meses1. Isso se compara favoravelmente com um TRIFR de 3,7 para o mesmo período do ano passado, mas é uma queda no desempenho em comparação com o trimestre anterior e reflete três casos de trabalho restrito no trimestre quando um empregado não pode realizar todas as funções normalmente atribuídas ao longo de um dia. Como a força de trabalho da construção aumentou 18% nesse período para mais de 3.300 pessoas em todo o projeto, a Horizonte continuou a concentrar seus esforços em incorporar os controles de riscos críticos à força de trabalho crescente, enquanto reforça a gestão de riscos. A Empresa continua implementando ferramentas para aumentar o engajamento e a participação dos parceiros contratados em seus sistemas e processos de segurança. Para o projeto, até o momento, mais de 5.800 auditorias internas de segurança foram realizadas e mais de 7.500 observações do plano de segurança foram concluídas. No trimestre, extensas campanhas sobre segurança das mãos foram realizadas.

2. Atividades de Construção

Como pode ser visto na Figura 1, um bom progresso foi feito em toda planta de processamento RKEF, onde a conclusão geral do projeto foi de aproximadamente 65% de avanço, com a construção física do site 53% concluída e várias frentes de trabalho ativas. O fluxograma do Forno Rotativo Forno Elétrico do Araguaia foi projetado para produzir 14.500 toneladas por ano de Ni em ferroníquel (FeNi) de alto teor. A planta de processamento do Araguaia também foi projetada e otimizada para permitir a construção da Linha 2, com infraestrutura fixa principal dimensionada para suportar ambas as linhas, ajudando a reduzir o custo geral de desenvolvimento da Linha 2.

3. Início da formação de estoque de minério

Conforme anunciado no início de julho, a autorização de extração mineral do Araguaia foi permitindo que a Empresa lavre e estoque o minério antes do comissionamento, otimizando assim a consistência do minério que alimentará a planta. A extração do minério a ser alimentado na planta foi iniciada desde então e a formação do estoque já começou. Ao longo dos próximos seis meses, novos estoques serão formados, com minério suficiente para alimentar a planta nos próximos seis meses. A Fagundes, uma importante empresa brasileira de serviços de mineração, iniciou as atividades de pré-stripping na cava de Pequizeiro em abril e, até o momento, movimentou aproximadamente 400 mil toneladas de material.

4. Reservatório de armazenamento de água

A construção do reservatório de armazenamento de água já começou. As próximas etapas serão a elevação do aterro principal, drenagem interna e atividades de jet grouting na parede principal do aterro. O reservatório fornecerá uma fonte constante de água de resfriamento para a planta de processamento e atuará como um dissipador de calor para o forno. Ao longo da vida útil da mina do Araguaia, a Horizonte espera que cerca de 90% da água utilizada na planta de processo seja reciclada.

5. Atividades ambientais

Somente em 2022, a Horizonte investiu mais de R$ 50 milhões em melhorias nas estradas estadual e municipal – incluindo alargamento, nivelamento, controles de segurança e melhorias de pontes, tornando estradas mais seguras para níveis mais pesados de atividade – beneficiando a Empresa e as comunidades locais. Além do compliance, no trimestre iniciamos a selagem de estradas adjacentes a cinco pequenas comunidades rurais. Como as rodovias são infraestruturas estaduais e municipais, mantidas por meio do pagamento de impostos em benefício de todos os usuários das rodovias, o compromisso adicional de R$ 2 milhões com a selagem é uma iniciativa de responsabilidade social corporativa da Empresa.

6. Atividades sociais

No trimestre, a Horizonte continuou a implementar uma série de programas sociais no Araguaia. Em conformidade com o Padrão de Desempenho 5 da International Finance Corporation, a Empresa vem desenvolvendo diversas iniciativas de apoio às famílias diretamente impactadas pelo projeto. As três primeiras casas para as famílias reassentadas já estão concluídas e o apoio agronômico está sendo fornecido como parte do plano de restauração e melhoria dos meios de subsistência. Ainda no período, a Empresa deu continuidade à amostragem dos sistemas comunitários de abastecimento de água e ao compartilhamento dos resultados dos testes de qualidade da água. Nenhum dos resultados foi impactado pelo projeto, no entanto, um engajamento valioso ocorreu quando a Empresa promoveu a conscientização sobre abastecimento de água 'segura', higiene e saúde. Os programas foram bem recebidos pelos participantes da comunidade.

7. Licenciamento

No trimestre, e conforme mencionado anteriormente, temos a satisfação de anunciar o recebimento da autorização para o início da lavra do Araguaia. No Brasil, o licenciamento ambiental segue um processo de três etapas: i) licença prévia (LP), que é emitida após avaliação e aceitação da proposta de projeto e estudo de impacto; ii) licença de instalação (LI) permitindo a construção e outros desenvolvimentos preliminares, como pré-stripping; e iii) licença de operação, permitindo a utilização e operação das infraestruturas construídas/desenvolvidas. Com a emissão da autorização de mineração, a Horizonte iniciou a extração e estocagem de minério em preparação para o comissionamento.

Linha 2 do Araguaia: Estudo de viabilidade previsto para o 2º Semestre de 2023

Em março de 2023, a Horizonte assinou os contratos do Estudo de Viabilidade (FS) da Linha 2 do Araguaia com o objetivo de dobrar a produção de níquel para 29.000 toneladas por ano, por meio da construção de uma planta de processamento

RKEF (“Linha 2”). Significativo progresso foi feito até o momento e a Empresa continua visando a publicação dos resultados do estudo no ainda este ano. Espera-se que a Linha 2 do Araguaia proporcione maior flexibilidade de

produção, menor intensidade de capital e maiores margens operacionais. O objetivo do estudo de viabilidade é produzir um Relatório de Viabilidade NI 43-101 apoiado por uma estimativa de custo de qualidade AACEI Classe 2 e um

plano de execução do projeto.

Atividades de financiamento de projetos

Até 30 de junho de 2023, US$ 329 milhões foram aplicados na construção do Araguaia, de um total de CAPEX orçado de US$ 537 milhões.

Até 30 de junho de 2023, US$ 140 milhões foram sacados da linha de financiamento de dívida sênior de US$ 346 milhões (a “Instrumento de Dívida Sênior”). Em 30 de junho de 2023, a Empresa tinha recursos disponíveis (incluindo caixa e fontes de financiamento) de US$ 344 milhões, compostos por US$ 206 milhões não sacados do Instrumento de Dívida Sênior, uma posição de caixa de US$ 108 milhões e US$ 30 milhões no Cost Overrun Facility (que não foi sacado até o momento). No final do trimestre, a Empresa passou com sucesso em seu teste de custo para conclusão (cost-to-complete), de acordo com seus termos do Instrumento de dívida sênior, que avaliou a capacidade financeira da Empresa para seguir até a conclusão da construção da Fase 1 do Projeto Araguaia, permitindo o saque de mais uma parcela de US$ 75 milhões.

(Taís Barros)

Comentários:

Kleysykennyson Carneiro

Publicado por:

Kleysykennyson Carneiro

Saiba Mais

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!