Gazeta Carajás - O genuíno portal de notícias do sul e sudeste do Pará

Quinta-feira, 29 de Fevereiro de 2024
MENU

Notícias / Economia

Raio-X da economia e trabalho em Canaã dos Carajás

PIB canaense é de R$ 22 bilhões, possui mais de 22 mil trabalhadores de carteira assinada e o salário médio é R$ 3 mil. Mineração é o setor que mais emprega e Canaã possui 42 setores comerciais diferentes. Mais pobres levam 40,2% das remunerações do município

Raio-X da economia e trabalho em Canaã dos Carajás
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Gazeta Carajás traz ao seu leitor nesta terça-feira (25) uma análise da economia e do trabalho em Canaã dos Carajás. O município é um verdadeiro tigre econômico da Amazônia e sua economia é mais pulsante a cada ano.

Evidentemente, a mineração impulsiona o PIB de Canaã, que é um dos maiores do estado, mas outros destaques, como o comércio local, já contribuem para o crescimento acentuado da economia. A análise foi preparada por Rowan Araújo, especialista em mineração, diretor pleno e vice-presidente dos Conselhos Empresariais de Mineração e Siderurgia e do Agronegócio da ACMinas – Associação Comercial e Empresarial de Minas Gerais.

O Produto Interno Bruto de Canaã dos Carajás foi de R$ 22,5 bilhões em 2022. Para quem não sabe, o PIB é a soma de todos os bens e serviços produzidos em uma economia durante certo período. O número é um indicador importante para avaliar se a economia está crescendo e se o padrão de vida e bem-estar social está melhorando.

Publicidade

No caso de Canaã, o PIB indica que o município está muito à frente dos vizinhos Curionópolis e Eldorado do Carajás e continua atrás de Parauapebas, que é três vezes maior em população e território.

Força de trabalho e emprego

O município possui mais de 22,6 mil empregos formais, de carteira assinada. A ocupação predominante destes trabalhadores é a de servente de obras (1181), seguido de operador de máquinas de construção civil e mineração (1116) e de mecânico de manutenção de máquinas em geral (764). A remuneração média dos trabalhadores formais do município é de R$ 3,3 mil, valor acima da média do estado, de R$ 3 mil.

Renda

A concentração de renda entre as classes econômicas em Canaã dos Carajás pode ser considerada alta e é relativamente superior à média estadual. As faixas de menor poder aquisitivo (E e D) participam com 40,2% do total de remunerações da cidade, enquanto as classes mais altas representam 17,5%. Destaca-se que a composição de renda das classes mais baixas da cidade têm uma concentração 4,7 pontos percentuais menor que a média estadual, já as faixas de alta renda possuem participação 0,6 pontos acima da média.

As principais fontes empregadoras do município

Do total de trabalhadores, as três atividades que mais empregam são: extração de minério de ferro (3076), administração pública (2771) e montagem de estruturas metálicas (1984).

Tipos de negócios

A participação do comércio, somado aos serviços de alojamento e alimentação, representa 18% do total de trabalhadores e está concentrada nos serviços de bufê e nas clínicas médicas, que empregam 1,8 mil trabalhadores. Ao todo, existem 42 modalidades diferentes de comércio na cidade, das 74 possíveis. Com isso, a diversidade do comércio de Canaã dos Carajás é considerada alta, assim como a dos serviços, que também contempla empresas de vários setores na cidade, tornando a concorrência mais acirrada de um modo geral.

Comparando o desempenho da cidade com a média dos municípios com tamanho populacional similar, o nível de diversificação do comércio é superior à média e a dos serviços é semelhante, o que significa maiores oportunidades.

 

Ainda em comparação com municípios de tamanho similar, os serviços de bufê e as clínicas médicas se destacam com operações de maior volume de trabalhadores per capita que os demais municípios, o que indica alta concorrência nestes setores.

 

Fonte: PIB, dados do IBGE; Saldo de Empregos, dados do CAGED (Ministério do Trabalho); Mercado de trabalho, dados da RAIS (Ministério do Trabalho); Abertura de Empresas, dados do Ministério da Economia; Frota de Veículos, dados do DENATRAN. Agropecuária, dados do IBGE. Estatísticas Bancárias, dados do Banco Central do Brasil. – UNIDIS – Pesquisas Industriais Norte e Municípios Mineradores.

 

Comentários:

Kleysykennyson Carneiro

Publicado por:

Kleysykennyson Carneiro

Saiba Mais

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!