Gazeta Carajás - O genuíno portal de notícias do sul e sudeste do Pará

Domingo, 21 de Abril de 2024
MENU

Notícias / Agro

Negócios: Setor de fertilizantes do Brasil vai investir R$ 21 bi na indústria nacional em 4 anos

Intuito é de alavancar a produção de matérias-primas do país e reduzir a atual dependência externa

Negócios: Setor de fertilizantes do Brasil vai investir R$ 21 bi na indústria nacional em 4 anos
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A indústria de fertilizantes do Brasil pretende investir 21 bilhões de reais nos próximos quatro anos em projetos nacionais, no intuito de alavancar a produção de matérias-primas do país e reduzir a atual dependência externa, disse nesta quinta-feira o sindicato do setor Sinprifert em nota.

O Brasil, importante produtor e fornecedor agrícola global, importa em média 85% de sua necessidade de adubos. Segundo a entidade, este patamar de compras externas chegou a 90% em 2021.

Segundo o sindicato, a redução na dependência internacional se dará por meio da implantação de novas fábricas, expansão de investimentos para outras regiões do país, aumento da capacidade produtiva total e reativação de plantas.

Publicidade

“Diante dos acontecimentos do cenário econômico internacional, onde a guerra entre Rússia e Ucrânia evidenciou a fragilidade e imprevisibilidade do nosso abastecimento interno, o Brasil fez seu dever de casa e agora tem plenas condições para viabilizar uma produção nacional forte e estruturada”, disse no comunicado o diretor executivo do Sinprifert, Bernardo Silva.

A Rússia e Belarus são os principais fornecedores de fertilizantes do Brasil, além de países como China, que vêm estabelecendo restrições aos abastecimentos externos, afirmou o sindicato.

Com isso, Silva disse que “as empresas estão investindo e apostando na reindustrialização do setor”, “desde que a estabilidade institucional se mantenha e que o Brasil continue com uma visão de longo prazo”.

Em março de 2022, foi lançado o Plano Nacional de Fertilizantes, estratégia de Estado para minimizar a subordinação do agro nacional ao fornecimento externo de insumos, com foco nos principais elos da cadeia: mineração, química, infraestrutura, agricultura, inovação e sustentabilidade ambiental. O objetivo do plano é diminuir a dependência externa para 50% até 2050.

(Money Times)

Créditos (Imagem de capa): (Imagem: .REUTERS/Adriano Machado)

Comentários:

Kleysykennyson Carneiro

Publicado por:

Kleysykennyson Carneiro

Saiba Mais

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!